Fenop participa do Fórum de Debates da CNT

A Federação Nacional das Operações Portuárias (Fenop) participou nesta quarta-feira (11/09) do Fórum de Debates CNT, em Brasília. O presidente da FENOP, Sérgio Aquino, participou e acompanhou o debate sobre a necessidade de uma reforma tributária.

 

A mesa foi composta por convidados que se destacam pelo trabalho em prol da reforma tributária no Brasil, dentre eles o Presidente da CNT, Vander Costa, o Ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes, o diretor institucional da CNT, Bruno Batista, o ex-deputado federal, Luiz Carlos Hauly, dentre outros palestrantes. 

 

Batista apresentou uma ampla pesquisa da CNT sobre a reforma tributária que foi aplicada por vários empresários do setor de transporte no Brasil. O resultado da pesquisa mostrou que muitos ainda não sabem para que cada imposto é arrecadado. Mostrou que 66% dos pesquisados acham que a reforma tributária é o principal ponto que deve ser abordado pelo atual governo. 

 

Hauly observou que “a tecnologia permite que os impostos sejam apurados pela circulação do dinheiro recolhido pela movimentação no sistema bancário”. Aproveitou para ressaltar a importância de um sistema integrado entre as compras do cartão de crédito com a emissão da nota fiscal, diminuindo a sonegação de impostos que, hoje, custa ao Brasil R$ 460 bilhões de prejuízos por ano. “Hoje somos todos perdedores com esse sistema tributário atual. Uma mudança é necessária”, afirmou o Senador Roberto Rocha, um dos palestrantes. 

 

Sérgio Aquino observou a importância da reforma. “Existe um consenso nacional que precisamos fazer uma reforma tributária, esse é o grande desafio depois da reforma da previdência.” E completou: “Existe uma grande preocupação com o setor de serviços, porque todos os impostos devem ser substituídos por um imposto sobre bens e serviços - IBS.  Há uma tendência de aumento de alíquota do imposto, que incide sobre prestação de serviços. Nós, do setor portuário, teremos um aumento de custos e, por isso, estamos atentos para dialogar sobre o tema.” O evento mostrou a necessidade de que se aconteça o aperfeiçoamento no regime tributário do Brasil, pois impactará no desenvolvimento econômico do país. 

 

Junto com o presidente da Fenop também estava o presidente da Associação Brasileira de Operadores Logísticos (ABOL), Cesar Meireles.

 

Assessoria de Imprensa da Fenop
Circuito Comunicação
Thamara Amorelli
61 98191-8566
imprensa@fenop.com.br